Paz no Trânsito: adote essa ideia

Paz no TrânsitoA paz no trânsito é um desejo de muitas pessoas, principalmente daquelas que já perderam alguém por culpa de acidentes. Pensando nisso, várias pessoas criam campanhas, ONGs e instituições privadas para dar apoio a famílias de vítimas por acidentes no trânsito.

Um desses é o Instituto Paz no Trânsito (IPTRAN). Criada em 18 de junho de 2010, a ONG é encabeçada pelo casal Gilmar e Christiane Yared, que perdeu seu filho, Gilmar Rafael Yares, em um acidentes de trânsito causado pelo então deputado estadual Fernando Ribas Carli Filho, que dirigia alcoolizado e em alta velocidade.

Assim como o casal Yares, as pessoas que criam algum tipo de instituição para lutar pela paz no trânsito têm, na maioria das vezes, algo em comum: perderam alguém em um acidente que poderia ser evitado se todos fossem mais conscientes do que fazem.

“Transformamos nossa dor em instrumento de ajuda para outras pessoas e constatamos que as famílias dos acidentes de trânsito recebem menos apoio no Brasil que os criminosos que matam no trânsito.”

Christiane Yared

Se beber, Não dirija

Dirigir embriagado ou drogado é um erro e uma das principais bandeiras dessas instituições é a mobilização dos setores públicos e privados para que haja mais fiscalização nas ruas e estradas, além da alteração na constituição para que dirigir nessas condições sejam considerados crimes dolosos (quando existe a intenção de matar).

 

“Hoje, essa situação é qualificada apenas como crime culposo, o que minimiza a culpa e a pena do infrator. Nesses casos, a legislação protege mais quem mata e não a vítima. Precisamos criar uma nova consciência coletiva e um novo comportamento cultural entre motoristas e pedestres. Isso só se faz com educação permanente em todos os níveis de ensino. Enquanto não criarmos uma cultura de trânsito no Brasil, temos que ter muita fiscalização e punição exemplar.”

Christiane Yared

Dia Nacional da Paz no Trânsito

O Dia Nacional da Paz no Trânsito é comemorado no Brasil dia 25 de Julho. De acordo com a Lei 9.503/97, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é dever de todo condutor – seja de caminhões, ônibus, automóveis ou motocicletas – ter o domínio constante do veículo, dirigindo com atenção e cuidados indispensáveis à segurança do trânsito, mas de acordo com o Denatran, o atropelamento é o tipo de acidente de trânsito que mais mata no Brasil. Além disso, o trânsito é a principal causa de morte entre as crianças e jovens de 5 a 14 anos.

O Dia Nacional da Paz no Trânsito tem o objetivo de reavivar na sociedade brasileira os valores, posturas e atitudes corretas que devem ser adotadas diariamente no trânsito para prevenir acidentes e tornar as ruas mais seguras para todos. O ato de dirigir apresenta riscos físicos, financeiros e emocionais.

Dia Nacional da Paz no Trânsito

Vamos ser motoristas conscientes, não vamos beber e depois sair dirigindo, vamos respeitar os outros condutores, sem brigas e nem mortes no trânsito.

Paz no trânsito!