Mais longe das cirurgias


Cerca de 85% das pessoas passarão por algum tipo de dor reincidente nas costas em algum momento da vida. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, três de cada dez brasileiros apresentam problemas crônicos na região. Geralmente oriunda de uma inflamação gerada por má postura ou esforço repetitivo, a maioria dessas dores pode ser revertida, desde que eliminada sua causa, sem que seja preciso uma intervenção cirúrgica. Apesar disso, não são raros os casos de pacientes que recebem a indicação para operações desnecessárias.

Para mudar essa realidade, o “Jornal Americano de Radiologia” publicou novas diretrizes segundo as quais o primeiro passo é a investigação meticulosa da origem da dor. A lombalgia (dor na região lombar), por exemplo, deve ser dividida por tipo de causa: não específica (infecção, torção da coluna, doenças inflamatórias) ou específica (na ocorrência de um estreitamento anormal do canal espinhal lombar ou mais frequentemente na hérnia de disco).

Fonte: ISTOÉ

Originalmente publicado no Blog Da Saúde