Fratura Osteoporótica

A Osteoporose é o enfraquecimento da estrutura óssea do indivíduo. A estrutura óssea do nosso corpo geralmente é formada até os vinte ou vinte cinco anos e com o passar do tempo essa estrutura vêm sofrendo desgastes que podem ter as mais diversificadas causas, sendo elas hormonais ou mesmo déficit de cálcio e outros nutrientes no organismo

A Osteoporose geralmente é observada em mulheres acima de quarenta anos ou após a menopausa, embora a grande maioria dos casos ocorra entre indivíduos idosos. Embora haja a predominância de casos em mulheres ela também pode aparecer em homens.

Por ser uma doença que não apresenta sintomas no decorrer dos anos, geralmente o indivíduo só percebe que está acometido pela enfermidade quando sofre uma fratura decorrente do enfraquecimento ósseo (chamada de fratura osteoporótica). Essa fratura geralmente ocorre quando o indivíduo realiza atividade comuns do dia a dia como abrir o portão da garagem, fechar uma janela, ou mesmo pular ou cair de uma determinada altura, que seria suportável pela estrutura óssea se não estivesse acometida pela Osteoporose.

Apenas após o surgimento da fratura osteoporótica é que são relatados sintomas relacionados, geralmente casos de dores mais agudas. Em certos casos devido a intensidade dessa fraturas o indivíduo chega a perder altura corporal. Com a perda de altura toda a estrutura vertebral do indivíduo fica comprometida. Dessa forma alguns tipos de movimentos ficam limitados ou acabam por desgastar ainda mais os ossos causando assim mais desconforto, dores musculares e até fraturas.

Ao sofrer deformação corporal decorrente desses tipos de fratura o indivíduo pode ainda apresentar sintomas de doenças de cunho psiquiátrico, como depressão ou síndrome do pânico

O tratamento pode ser das mais diversas formas. Em alguns casos a reposição hormonal é um grande aliado. Mas na maioria dos casos, o indivíduo é encaminhado a um nutricionista para que ele possa fazer uma dieta balanceada para o paciente, que deve-se basear principalmente na ingestão de cálcio, presente nos mais diversos tipos de alimentos.

Geralmente os alimentos que possuem cálcio em sua composição são os leites e seus derivados, como a manteiga, o iogurte, e o queijo, por exemplo. O tratamento através de ingestão de alimentos deve ser acompanhado sempre por um especialista da área, uma vez que o cálcio depende de outras substâncias para ter uma absorção efetiva pelo organismo.

Quando a fratura é considerada de relevante significância, como fratura femoral (a mais comum) é inevitável a intervenção cirúrgica, uma vez que o indivíduo fica completamente incapacitado de se locomover. As técnicas mais avançadas desse tipo de cirurgia incluem a inserção de um tipo de cimento ósseo na área atingida. Porém geralmente é feito o uso de próteses ou platina.

Em ambos os casos o tratamento deve ser acompanhado pelo especialista responsável e deve ser feito de maneira contínua, observando a manutenção e a melhora da estrutura óssea.

Originalmente publicado no Blog Da Saúde