Fluimucil

O Fluimucil oral é um medicamento que tem como indicação para quem possui dificuldades de expectoração e ainda existe muita quantidade de secreção densa e viscosa. É indicado exclusivamente para problemas como bronquites crônicas e todas as suas exacerbações, bem como a enfisema pulmonar, a bronquite tabágica, aguda, abscessos pulmonares, atelectasias pulmonares, mucoviscidoses, entre vários outros tipos de problemas. O medicamento é bem indicado como um tipo de antídoto para a intoxicação acidental ou ainda voluntária por consumo excessivo de paracetamol.

Contraindicações do medicamento

Este é um medicamento considerado contra indicado para pacientes que tenham um histórico anterior de hipersensibilidade que é conhecida como acetilcisteína ou ainda outros tipos de componentes existentes de sua formulação. Este é um medicamento que não deverá de forma alguma ser ministrado para pacientes que tenham úlceras gastroduodenais.

Advertências sobre o medicamento

É importante deixar claro que para pacientes que possuem asma devem ser bem controlados durante todo o tratamento, e caso aconteçam broncoespasmos os tratamentos devem ser suspensos de forma imediata.

Toda a presença eventual de odores sulforosos não indicam uma alteração de preparo com o medicamento, isto vem de todo o princípio ativo que é contido no medicamento.

No começo do tratamento, a acetilcisteína tem uma capacidade de fluidificar todas as secreções brônquicas e ao mesmo tempo em que aumenta todo o volume das mesmas. Caso o paciente não consiga expectorar com uma maior eficiência é importante se recorrer a uma drenagem postural bem como a uma broncoaspiração com a finalidade de evitar possíveis problemas de retenção de secreções.

O medicamento não deverá ser utilizado por mulheres que são grávidas e que não tenham orientação médica ou mesmo de cirurgião dentista.

Durante o período de amamentação não é recomendada a utilização do medicamento durante todo este período.

Os efeitos colaterais do medicamento

A utilização deste tipo de medicamento realizada em via sistêmica poderá ser seguida de forma ocasional por reações existentes de hipersensibilidade como por exemplo as náuseas, o vômito, a diarreia e ainda a irritação de ordem gastrintestinal, raramente são percebidas reações como a urticária bem como o broncoespasmo para quem consome o medicamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *