Feirão da Caixa 2012 | A 8ª edição já começou

O 8º Feirão da Caixa está sendo realizado desde o dia 04 de Maio de 2012 em várias cidades brasileiras e a quantidade de pessoas em busca da casa própria vem crescendo a cada edição. Se você está procurando uma nova casa ou apartamento para comprar e financiar, acompanhe as novas notícias e o calendário do Feirão Caixa 2012 para conferir quando que o evento estará na sua cidade ou mesmo faça um simulação de financiamento com o Simulador da Caixa.

A Caixa Econômica Federal vem informando em todos os meios de comunicação o lançamento do 8º Feirão da Caixa. O banco acredita que a edição 2012 do feirão da casa própria tem tudo para superar os números das edições anteriores, isso porque o Governo Federal anunciou uma semana antes um pacote de redução de juros sobre o financiamento.

8º Feirão Caixa da casa Própria

Financiamentos da Caixa

Com a facilidade de realizar um financiamento de até 100% do valor do imóvel com as melhores taxas do mercado e parcelas decrescentes, o feirão já atraia milhões de brasileiros, imagine agora com o anuncio do Governo Federal de que está reduzindo drasticamente os juros sobre o empréstimo e financiamento.

O Feirão da Caixa 2012 está multiplicando as chances de alguém que sonha com a casa própria, por isso não deixe para última hora para correr atrás da documentação necessária (CPF, RG e os comprovantes de renda e residência) para participar do 8º Feirão da Caixa, além de já ir pesquisando os imóveis disponíveis no mercado.

Veja abaixo as vantagens para quem busca um financiamento com os novos juros que podem variar de 4,5% a 10% ao ano mais Taxa Referencial, de acordo com o valor de imóvel e a renda:

  • Mutuários: adquirindo um imóvel de até R$ 500 mil, as taxas serão reduzidas de 10% para pelo menos 9% ao ano;
  • Clientes da Caixa: para quem é correntista, possui cheque especial ou cartão de “crédito” do banco, os juros podem chegar a 8,4%;
  • Conta-Salário: os clientes da Caixa que optaram por receber o salário pelo banco podem contar com juros de até 7,9%;
  • Imóveis de mais de R$ 500 mil: terão taxas de “financiamento” reduzidas de 11% ao ano para 10% ao ano, podendo chegar a 9% ao ano de acordo com os produtos e os serviços da Caixa que os clientes usarem;
  • Recursos do FGTS: a taxa máxima foi reduzida de 8,4% para 7,9%. Se o cliente tiver conta no fundo de garantia (caso de assalariados), fica em 7,4%, lembrando que a modalidade é válida para compra de imóveis de até R$ 170 mil e famílias com renda de até R$ 5.400.