Disfunção erétil

A disfunção erétil ou mais conhecida como impotência sexual, é a incapacidade de manter o pênis ereto para realizar uma relação sexual. Essa impotência sexual faz com que o homem fique incapacitado de manter ou obter ereções necessárias para a penetração vaginal, impedindo desta forma a satisfação sexual entre o casal.

Causas da Disfunção Erétil

A disfunção erétil pode começar a se manifestar por causa de diversos fatores, sejam eles físicos ou até psicológicos. Em alguns casos, a disfunção erétil é causada por uma combinação dos dois.

– Distúrbios psicológicos.

– Doenças hormonais, como diabetes, a queda de testosterona e problemas endócrinos.

– Problemas Vasculares, como derrame cerebral, fumo, hipertensão, colesterol alto e problemas cardíacos são problemas que afetam a saída e entrada do fluxo de sangue do pênis. Doenças vasculares são as causas mais comuns da disfunção erétil.

– Doenças neurológicas, como as lesões na medula, mal de Parkinson e Alzheimer.

– Doenças vasculares, que normalmente causam o entupimento das veias e artérias, prejudicando assim a circulação do sangue até chegar o pênis. Também aterosclerose e hipertensão arterial.

– Consumo excessivo de medicamentos.

– Alcoolismo, pois muitas vezes o excesso de consumo de bebidas alcoólicas pode causar desequilíbrios hormonais diariamente.

– Tabagismo, pois o excesso de consumo de fumo causa a diminuição da pressão sanguínea na região peniana.

Sintomas de disfunção erétil

Dentre os muitos sintomas e sinais da impotência sexual, os mais comuns são:

– Incapacidade para obter e manter a ereção.

– Redução dos pelos corporais.

– Pênis deformado.

– Doença vascular periférica

– Distúrbio das funções do sistema nervoso – Neuropatia.

Ao contrário do que muitos pensam, não é apenas o envelhecimento que causa a impotência sexual, sempre existe outros fatores por trás que causa a disfunção erétil.

Tratamentos

O tratamento para a impotência sexual é individualizado de acordo com a necessidade apresentada pelo indivíduo. Entre as opções disponíveis de tratamento temos:

Medicamentos orais – O Viagra (Citrato de Sildenafila) e o Cialis são uma classe de medicamentos orais. Apresentam-se como medicamentos de primeira linha, considerados como uma nova oportunidade para o tratamento da disfunção erétil.

Aconselhamento Sexual ou Terapia Sexual – Realizar consultas frequentemente com um psicólogo ou psiquiatra pode ajudar a identificar e lhe dar com os problemas sexuais de uma determinada pessoa.

Anto injeção Peniana – Medicamente que se deve injetar na parte lateral do pênis antes da relação sexual. O medicamento aumenta o fluxo sanguíneo no pênis, permitindo assim a sua ereção.

Terapia Intra-uretral – Uma capsula contendo um medicamente é inserido na uretra do doente para aumentar o fluxo sanguíneo.

Enfim, existem outros tipos de tratamento para a disfunção erétil, mas esses listados acima são os mais comuns hoje em dia.