Até que um juiz os separe: O que é separação litigiosa?

Separação litigiosa (ou divórcio) é quando um casamento é desfeito sem que ambos os cônjuges estejam de acordo sobre os principais pontos do processo. Um processo de separação judicial litigiosa é algo que ninguém espera quando inicia uma vida a dois e é exatamente por isso que tantas pessoas sentem-se perdidas diante desta experiência.

Separação Litigiosa

Durante muito tempo o casamento ocupava uma posição mais estável como princípio moral e fundador da sociedade, e processos de desquite, divórcio e separação ainda não alcançavam um número significativo. Nas últimas décadas este número aumentou muito e hoje o litígio está cada vez mais presente na vida das pessoas. E como poucos problemas alcançam o nível de transtorno dos processos conturbados de separação, quase ninguém está preparado para enfrentar sozinho esta realidade.

Quando um casal entra no processo de separação, muitas feridas são reabertas e tensões tornadas imperceptíveis pelo cotidiano vêm à tona de maneira quase sempre desagradável, resvalando no desrespeito e criando barreiras que vão dificultar não apenas a separação em si, mas também todo o tempo posterior ao processo. Os problemas se multiplicam quando a relação entre os cônjuges exige continuidade, como nos casos de sociedades nos negócios e, principalmente, filhos.

Devido à particularidade de cada caso, não existem regras mágicas para conduzir uma separação litigiosa. O trauma de terminar um casamento, no entanto, pode ser atenuado quando a condução do processo estiver sob a responsabilidade de um experiente e preparado profissional do Direito.

Advogado especialista em Separação Litigiosa

Em todos os casos de separação judicial litigiosa, a contratação de um escritório de advocacia se faz necessária não apenas pelo ponto de vista das dificuldades processuais, mas também como forma de amenizar os conflitos e evitar confrontos pessoais. A partilha dos bens, a definição de pensão alimentícia, os direitos e as responsabilidades de cada cônjuge geralmente ocasionam desentendimentos que apenas um bom advogado de divórcio pode ajudar a solucionar.

Comprovada a necessidade da contratação de um advogado para conduzir a separação litigiosa devido à complexidade legal e à delicada manutenção das relações pessoais, resta outra questão: como escolher um bom advogado?

A escolha de um escritório de advocacia, com advogados preparados, estrutura compatível e equipe experiente, pode determinar o resultado satisfatório de todo processo de separação judicial litigiosa. Um bom advogado, além de possuir formação acadêmica sólida e experiência em litígio, deve estar preparado para conduzir o processo com diplomacia, ética e respeito pelas partes envolvidas. Antes de escolher um advogado para separação litigiosa, o ideal é pesquisar bastante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *